CARREGANDO...

Notícias

MESTRES DA ARTE E DO ARTESANATO - RODRIGO AVALHAES MARÇAL

No ano de 2018, a Feira Nacional estará homenageando os mestres da Arte e do Artesanato.

15/05/2018 às 10:22

MESTRES DA ARTE E DO ARTESANATO

No ano de 2018, a Feira Nacional estará homenageando os mestres da Arte e do Artesanato.

Serão 27 mestres – um de cada estado, indicados pelas Coordenações Estaduais do Programa de Artesanato Brasileiro e endossados pelo PAB Nacional.

 

Quem são os mestres da arte e do artesanato?

Pessoas que se expressam através de diversas linguagens artísticas, ritos e festas comunitárias, cuja vida e obra foram dedicados a produção e manutenção das práticas, e saberes relativos à arte e ao artesanato tradicional.

São mediadores entre o passado e o presente, guardiões de memorias marcadas pela herança de antigas matrizes culturais e pela criação de novas técnicas.

Pessoas de sabedoria notória, reconhecida pelos seus pares e por especialistas, com longa permanência na atividade e capacidade de transmissão de seus conhecimentos artísticos e culturais.

 

Nome do homenageado: RODRIGO AVALHAES MARÇAL

Cidade: (*) CAMPO GRANDE

Estado: MS

Data de nascimento:14/04/1983

E-mail: rodrigo.arte2014@gmail.com

Telefone: (67) 99105-1156

Tipologia: cerâmica

Matéria prima principal: Argila

 

História do mestre 

Vindo da segunda geração de artesãos, começou a modelar na infância, aos 12 anos de idade, tirou a primeira carteira do artesão, no ano de 1995, e começou a expor na Casa do Artesão de Campo Grande e participar de feiras na cidade mesmo. Também nesse tempo, ajudava seus pais na confecção de encomendas, onde atendias clientes de todo o estado do Brasil. Buscando sempre o aperfeiçoamento das peças, principalmente a onça pintada, desenvolveu diversas técnicas para facilitar a modelagem, a pintura e a queima das peças, mantendo sempre o padrão de qualidade exigido pelos pais. Com isso ministrou diversas oficinas, tanto para aprender, como para aperfeiçoamento dos que já trabalham no segmento da capital e do interior do estado.

Hoje temos a onça pantaneira como referência do artesanato no estado de MS, conhecida em todo país e outros países como Portugal, Inglaterra e Argentina, onde teve o privilégio de enviar peças para clientes que amam a cultura sul-mato-grossense. Tem o privilégio de viver apenas do artesanato, e confeccionar peças criadas pela família e continuam criando peças e técnicas ainda hoje, passando agora para a terceira geração que são suas filhas

 

Informações dadas por: Katienka Dias Klain

Concordância do PAB: Mato Grosso do Sul