CARREGANDO...

A feira, que em 1989, começou com apenas 60 stands e 200 expositores, hoje se orgulha de ser considerada a maior da América Latina.

Em 2019, 5 mil expositores de todos os estados do Brasil e outros 12 países da América Latina, África e Europa, ocuparam 1.000 stands do maior centro de convenções de Minas Gerais: o Expominas . Cerca de 130 mil visitantes, movimentaram 65 milhões de reais.

Em 2020, para adaptar-se aos protocolos sanitários, diminui o numero de stands para 497, teve 2.000 expositores, com 29950 visitantes que adquriram R$ 10 milhões em vendas.

Em 2021, volta ao seu formato original, com 1.000 stands e uma expectativa de visitação de 130.000 pessoas.

Organizada pelo Instituto Centro CAPE, a Feira Nacional de Artesanato faz parte do Calendário Brasileiro de Exposições e Feiras, do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. 

Veja, a seguir as tabelas de evolução da maior feira de artesanato da América Latina:

Ano Expositores Stand Público
1989 200 60 15.000
1993 800 120 20.000
1995 1.000 150 50.000
1999 1.600 220 60.000
2001 2.000 288 60.000
2004 5.000 625 115.000
2005 7.000 1.000 135.000
2006 8.000 1.000 170.000
2007 7.000 1.100 170.000
2008 7.000 1.100 180.000
2009 7.000 1.200 172.000
2010 7.000 1.200 174.000
2011 7.000 1.200 165.000
2012 5.000 1.100 175.000
2013 5.000 1.100 170.154
2014 5.000 1.100 178.924
2015 5.000 1.100 118.000
2016 5.000 1.100 158.402
2017 5.000 1.100 171.324
2018 5000 1100 148.238
2019 5.000 1.100 130.995
2020 2.000 497 29.950